Conhecer o cardápio para emagrecer é uma das alternativas para mudar agora mesmo a sua rotina e impulsionar a queima calórica.

Pensando nisso, o objetivo desse post é mostrar que é possível perder peso em pouco tempo sem precisar passar fome.

Vamos lá?

Cardápio para emagrecer – Montando uma rotina alimentar

Para dar início a esse post, uma das coisas que você precisa ter em mente é que o cardápio para emagrecer só vai funcionar quando você montar uma rotina.

Ou seja, é preciso definir exatamente o que vai fazer parte de cada uma das suas refeições.

Neste cenário, vamos dar início ao que você deve consumir:

Cardápio para emagrecer de café da manhã:

Cardápio para emagrecer

Para o café da manhã, o ideal é preferir o consumo de frutas, grãos e alimentos que causem saciedade.

Assim, a porção vai lhe ajudar a não sentir fome até a hora da próxima refeição.

  • Um shake de frutas vermelhas sem açúcar;
  • Um iogurte natural com chia;
  • Café ou chá sem açúcar e três torradas integrais;
  • Chá verde ou preto com uma omelete de dois ovos mexidos e ricota;
  • Uma fatia de pão de forma integral com uma fatia de queijo e uma de peito de peru.

Almoço:

Para o almoço, o ideal é preferir porções de alimentos ricas em fibras e proteínas, que aumentam a sensação de saciedade, estimulam a queima de calorias e acelera a obtenção de massa muscular.

Com isso em mente, a dica é optar por porções de folhas, vegetais e carnes.

Ao mesmo tempo, é indicado o consumo de uma porção diária de carboidrato, preferencialmente durante esta refeição.

  • Duas colheres de arroz, filé de carne grelhada e alface;
  • Uma porção grande de salada com um filé de peixe;
  • Duas xícaras de vegetais com tomates picados;
  • Uma salada de cenoura com filé de frango grelhado, brócolis e duas fatias de abacaxi;
  • Abobrinha, pimentão e tomates salteados no azeite com um filé de carne.

Lanche da tarde do cardápio para emagrecer:

Como o foco é emagrecer, é essencial evitar a sensação de fome, que pode levar você a comer demais na refeição seguinte.

Neste cenário, a dica é sempre fazer um lanchinho da tarde, entre almoço e jantar.

Cardápio para emagrecer

Durante essa refeição, opte por alimentos ricos em nutrientes e fibras, que regulam o sistema digestivo e causam saciedade.

  • Um copo de suco verde ou outro suco detox;
  • Chá termogênico com três torradas;
  • Uma unidade de fruta, preferencialmente melancia, pera ou maçã;
  • Meio abacate com chia ou linhaça;
  • Um pedaço pequeno de bolo ou pão low carb;

Jantar:

Finalizando essa lista simples de cardápio para emagrecer, o jantar é a refeição ideal para reduzir as porções, já que o organismo tende a ficar mais lento.

Seguindo essa linha, é essencial evitar o consumo de carboidratos, principalmente massas e pães.

  • Um caldo detox de sua preferência;
  • Um filé de carne grelhada com uma xícara de legumes cozidos ou uma porção de salada;
  • Um filé de carne grelhada com duas fatias de abacaxi ou melancia;
  • Metade de uma berinjela assada com fios de azeite e pimentão;
  • Tomates assados com recheio de ricota e frango desfiado.

Como o consumo alimentar no jantar é reduzido, é comum que no início você sinta fome pouco antes de dormir.

Quando isso acontecer, o ideal é consumir um chá que não tenha cafeína, como o de camomila, com algumas bolachas água e sal.

Cardápio para emagrecer rápido – 6 dicas para impulsionar o resultado

Depois de conhecer essas dicas de opções alimentares, surge a dúvida de como exatamente acelerar o emagrecimento.

Para isso, existem algumas dicas que vão lhe ajudar:

Beba dois litros de água por dia:

A água é um importante regulador interno, capaz de acelerar a queima de gordura, evitar a fome e reduzir inchaço e retenção de líquidos.

Por isso, beber dois litros ao dia permite que você emagreça com mais facilidade, em menos tempo e ainda se sinta mais leve.

Cardápio para emagrecer

O ideal é eliminar sucos e refrigerantes do cardápio para emagrecer, e apostar na água.

Inclusive, tenha sempre uma garrafinha por perto, o que incentiva o consumo.

Não pense no cardápio para emagrecer como um castigo:

Um dos erros da rotina é a ideia de que o cardápio ou a mudança alimentar funciona como um castigo por algo.

Ao invés disso, a recomendação é ver a mudança como uma oportunidade de crescimento pessoal, mudança de vida e saúde.

Então, antes de achar que tudo isso é uma punição, descubra o sabor desses novos alimentos e tente reeducar o seu paladar.

Não ficar passando vontade:

Sabe aquele dia em que tudo deu errado e você só queria um bolinho que pudesse lhe consolar?

Pois então, isso é muito comum, já que a comida causa a sensação de prazer e bem-estar.

Ao invés de ficar passando vontade, a ideia é se permitir o consumo de algo que você gosta muito, até duas vezes na semana, mas sempre em pequenas porções.

Por exemplo, você pode comer dois quadrados de chocolate um cupcake pequeno, uma fatia fina de bolo ou meio copo de refrigerante.

Ficar apenas na vontade pode gerar compulsão, estragando toda a rotina.

Desse modo “se permitir” pode facilitar o controle. Sempre quando feito de maneira consciente.

Uma dica é começar a conhecer receitas mais saudáveis, que podem substituir alimentos altamente calóricos.

Mudança de hábitos do cardápio para emagrecer:

Mudar a alimentação nem sempre é fácil, mas é algo possível e que pode ser feito aos poucos, dando espaço para que o seu paladar e cérebro se acostumem com a ideia.

Dessa forma, antes de mudar todo o seu cardápio, a dica é começar a fazer pequenas alterações, evitando os picos de estresse que isso pode causar.

A mudança de hábitos pode ser difícil porque você segue há anos um mesmo tipo de plano alimentar.

Quebrar isso exige não apenas esforço, mas disciplina para fazer acontecer.

Com isso, invista na mudança, veja como o seu corpo e mente reagem aos alimentos e descubra novos sabores e texturas.

Ao invés de pensar que você não gosta daquilo, como de um prato novo, busque maneiras de adaptar a receita e fazer dela a sua preferida.

As mudanças de hábitos também incluem deixar o cigarro e álcool, andar mais, preferir escadas a elevadores e assim por diante.

Mexa o seu corpo:

Não há dúvidas de que os exercícios físicos são capazes de acelerar os resultados.

Afinal, estimulam a queima de calorias, deixam os músculos mais firmes, aumenta a sensação de bem-estar e pode ainda evitar a flacidez do tecido.

Com isso em mente, praticar alguma atividade deve ser parte da sua rotina, mesmo começando aos poucos.

De início, a dica é praticar em torno de meia hora por dia, até três vezes na semana.

Isso dá espaço para o seu corpo se habituar a atividades, evitando dores e desconfortos.

Inclusive, sempre pratica dia sim e dia não, para ter intervalos de recuperação.

Aos poucos, vá aumentando a intensidade dos exercícios.

Por exemplo, se antes você apenas caminhava, comece a correr um pouco.

Por fim, aumente o tempo de atividade ou passe a praticar mais vezes na semana e faça disso um hábito.

Defina uma rotina e insira o cardápio para emagrecer:

Para finalizar esse conteúdo, uma das dicas que você precisa ter em mente para lhe ajudar a perder peso, é a definição de uma rotina.

Além de facilitar na hora de seguir o cardápio para emagrecer, a rotina impulsiona a produtividade e pode ser a chave para a prática física.

Portanto, escolha horários para dormir, acordar, trabalhar, preparar as refeições e descansar.

Mais importante que isso, defina uma rotina que realmente funcione e a siga.

Enfim, ainda ficou com alguma dúvida sobre o cardápio para emagrecer ou gostaria de saber mais sobre o tema?

Comenta aqui embaixo para que eu possa lhe ajudar e aproveite para compartilhar os seus resultados.

Grande abraço e até o próximo post!


Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

Seja o primeiro a comentar!